TRENDING NEWS

recent

O Álbum do Mês EP 2 - Março 2016

Mais um mês passou e este foi particularmente rico para nós analisarmos. Com muita dificuldade, conseguimos isolar vinte propostas - a ideia inicial para este programa eram dez álbuns - e vamos aqui revelar quais são, em contagem decrescente. As críticas podem ser lidas carregando nas capas dos álbuns

Regresso dos Artillery não passou despercebido, para quem gosta de thrash metal e de vozes melódicas, temos aqui em "Penalty By Perception" a combinação perfeita.

 Artillery - Penalty By Perception

Ainda no thrash metal, temos os Hammer Fight e a autêntica bomba que é "Profound And Profane". 

 Hammer Fight - Profound And Profane

Do thrash metal para o hard rock, o regresso dos The Treatment com o seu terceiro álbum, "Generation Me" foi um bom representante do género. 

 The Treatment - Generation Me

Death metal old school, mas a lembrar os bons e velhos momentos dos Death (e não só) foi aquilo que os Pile Of Priests nos trouxeram com "Void Of Enlightment".
 Pile Of Priests - Void Of Enlightment

Continuando nas sonoridades extremas, Mightiest que com "SinisTerra" iniciam a sua carreira nos longa-duração, mostram que nunca é tarde demais para o quer que seja. Excelente álbum de death/black metal.

 Mightiest - Sinisterra

E agora, algo completamente diferente, os suiços Forlks e o seu álbum "II", o segundo, como o próprio nome indica, é uma autêntica viagem de rock experimental que é impossível de recusar.

 Forks - "II"

Mais uma viragem estilística, mais um petardo, desta vez com os Gadget e o seu "The Gret Destroyer. Grindcore poderoso sem esquecer a influência death/doom.

 Gadget - "The Great Destroyer"

O black metal melódico até pode não ser dos géneros mais populares mas volta e meia ainda surgem propostas como este "Incantations Through The Gates Of Irkalla", a estreia dos Akhenaten. Para quem aprecia world music misturada com metal é um tiro em cheio.
 Akhenaten - "Incantations Through The Gates Of Irkalla"

E após uma breve pausa, voltamos novamente ao grindcore, desta feita na secção finlandesa, que é o mesmo que dizer que os Rotten Sound lançaram um novo álbum, "Abuse To Suffer" e que como seria esperado, foi um dos que nos cativou neste mês de Março.


Os Obsidian Kingdom foi uma das grandes surpresas dos últimos anos, pelo que o segundo álbum de originais era aguardado com alguma expectativa. "A Year With No Summer" fez uma finta a todos e em vez de pegar onde o anterior ficou, traz-nos algo completamente diferente. Mais focado, mais progressivo e não tão pesado, foi um dos álbuns grandes deste mês que passou.


 E começa a contagem decrescente para o Top 10  do mês de Março.

Qualquer ocasião em que os Boris e Merzbow se encontram é digna de nota e a terceira, este "Gensho", não foi excepção. Para todos os fãs de música experimental, está aqui um lançamento obrigatório.

 Boris With Merzbow - "Gensho"

Os estilos tradicionais continuam a ser bem eficazes e como prova disso temos "II" dos Lords Of Black. Este trabalho é o segundo que tem o título "II" mas a sua proposta é bem mais familiar, mas nem por isso desinteressante. 


Para quem já estranhava a ausência do doom, aqui estão os Graves At Sea e o seu álbum de estreia, "The Curse That Is".

E como não há fome que não de em fartura, também tivemos os Inverloch que são o seguimento natural da banda de culto australiana Disembowelment. Para os fãs dessa entidade em particular e para os fãs do death/doom funeral em geral, aqui temos "Distance | Collapsed".

Inverloch - "Distance | Inverloch"

O regresso dos Anthrax teria que obrigatoriamente aparecer aqui. "For All Kings" poderá não ter o mesmo impacto que "Worship Music" teve mas ainda consegue ser um dos melhores álbuns que a banda fez nos últimos vinte anos.

 Anthrax - "For All Kings"

Ihsahn já era extremamente respeitado dentro do cenário da música extrema, mas desde que iniciou a sua carreira a solo, tornou-se um verdadeiro culto. "Arktis." é uma boa adição a esse mesmo culto, um álbum desafiante tal como aquilo que o músico norueguês já nos habituou.

 Ihsahn - "Arkis."

As aparições doom não ficam por aqui e os Deathkings surgem para provar isso mesmo. "All That Is Beautiful" é o segundo álbum da banda norte-americana e é um autêntico pesadelo funeral doom. No melhor sentido.

 Deathkings - "All That Is Beautiful"

E por falar em doom, outro regresso que não podia deixar de ser passado em branco seria o dos October Tide. "Winged Waltz" é tudo aquele que se tinha expectativa e muito mais, justificando a terceira posição no top.


Na segunda posição, temos os Mortuary e "Nothingless Than Nothingness",  que não reinventam a roda mas trazem-nos um álbum de death metal viciante e do qual não conseguimos largar tão depressa.

 Mortuary - Nothingless Than Nothingness

E em primeiro lugar temos nada mais nada menos que...


Suspense...

O álbum do mês é:

Bosque - "Beyond"

Não seria necessário este álbum para termos a prova de que fazemos tão bem ou melhor do que aquilo que se faz lá fora. Uma autêntica viagem em três temas pelo mundo soturno do funeral doom, uma viagem que queremos repetir com frequência.

Bosque - "Beyond"


Este programa tem o apoio da Metal Imperium

 Metal Imperium













Related Posts

O Álbum do Mês

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.