TRENDING NEWS

recent

Venom - "Black Metal" Review



O disco dos Venom que iniciou (oficialmente) uma era e que mudou a face do metal extremo para sempre. E é curiosa a maneira como surgiu o título deste albúm. Fartos de serem rotulados como heavy metal, juntamente com bandas como Journey, Cronos muito frequentemente dizia que não eram heavy metal, que eram black metal.

E na altura conseguiram introduzir no metal uma imagem extremista que nenhuma banda tinha (e que influenciou toda uma vaga de músicos/projectos nos anos seguintes). Embora muitas das declarações prestadas à imprensa tenham sido empoladas sobre o facto de eles serem satânicos ou não (declarações essas que mudavam de hora para hora e de membro para membro, respondendo eles às perguntas com o que lhes vinha à cabeça), Cronos queria realmente quebrar fronteiras e chegar aonde ninguém tinha chegado. Se era tudo por amor ao rock n' roll e vivido em um espirito quase Spinal Tap, a marca que deixaram foi muito levada a sério.

O extremismo na imagem e letras, influenciou directamente bandas como Slayer (que entraram juntos com Exodus, no vídeo da Combat Records Combat Tour Live: The Ultimate Revenge), Metallica (que abriram para eles na tour deste álbum), Bathory, Sodom, Hellhammer/Celtic Frost. Som cru, básico mas poderoso que nos traz faixas inesquecíveis como a faixa título, Acid Queen, Blood Lust, Teacher's Pet (que foi inspirada numa história da adolescência de Mantas e na sua professora que o excitava), Countess Bathory, Die Hard.

Nunca tinha percebido a maneira como este álbum acabava. Com a introdução de At War With Satan, o mega épico que nunca seria esperado por parte do trio de Newcastle. E esta música tem uma história engraçada, foi a maneira que Cronos quis para homenagear um dos seus álbuns preferidos de sempre, o conceptual 2112 dos canadianos Rush (uma das melhores bandas progressivas dos anos 70). Andando a escrever o conceito da história durante muito tempo, acabou por apresentá-lo no álbum seguinte com o mesmo nome. As duas faixas conjugadas (a intro aqui, e a primeira do seguinte) fazem a totalidade de 21 minutos e 12 segundos.

1. Black Metal (3:40)
2. To Hell And Back (3:00)
3. Buried Alive (4:16)
4. Raise The Dead (2:43)
5. Acid Queen (2:28)
6. Blood Lust (2:59)
7. Teacher's Pet (4:41)
8. Leave Me In Hell (3:33)
9. Sacrifice (4:27)
10. Heaven's On Fire (3:40)
11. Countess Bathory (3:44)
12. Die Hard (3:02)
13. Don't Burn The Witch (3:20)
14. At War With Satan (Introduction) (2:14)

Duração: 48:04

Neat Records 1982
Combat

Cronos - Baixo/Voz
Mantas - Guitarra
Abaddon - Bateria

Faixas recomendadas: "Black Metal",  "Teacher's Pet", "Die Hard", "Acid Queen", "Countess Bathory" e "Blood Lust"

Nota 8/10








Support World Of Metal

Become a Patron!






Related Posts

Review

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.