TRENDING NEWS

recent

Despised Icon - "Beast" Review



Não é segredo nenhum, nem dos tempos da Metal Imperium era. Não fazemos questão de espalhar aos quatro ventos mas também não temos qualquer problema em dizer que somos alérgicos ao deathcore, havendo, claro, honrosas excepções, sendo que os Job For A Cowboy costumam ser uma delas. E então quanto aos Despised Icon? São sem dúvida um dos pioneiros do género em conjunto com os já citados Job For A Cowboy, mas por algum motivo que nos é estranho, nunca teve um impacto profundo. Será que este "Beast fará com que os vejamos de outra forma?

Por estranho que pareça e após algumas valentes audições ainda não sabemos bem responder a esta questão. O que podemos dizer é que este "Beast" começa de forma bem energética e apesar de ter aquelas características bem irritantes do deathcore (como os breakdowns que cheiramos à distância antes dos mesmos aparecerem) consegue apresentar uma série de faixas de raja que conseguem empolgar o fã de death metal que há no nosso interior. No entanto, e apesar da sua curta duração, há uma especíe de metamorfose que ocorre conforme o álbum avança. Primeiro temos uma intro orquestral a meio do disco, feita com aquilo que parece ser o propósito de abrir os concertos da banda e também de um momento para o outro parece que estamos quinze anos atrás, algures na Ásia, com uma banda de brutal death metal a grunhir-nos aos ouvidos.

É verdade, temos algumas surpresas em faixas como "Bad Vibes" e, principalmente, na faixa título que encerra o álbum encontramos com fartura os famosos guinchos de porco em conjunto com dissonâncias que apesar de nos afastarem do deathcore um pouco, têm um efeito estranho no álbum como um todo. Há momentos aqui realmente empolgantes como aquele riff  e solo na "Drapeu Noir", mas também temos muito daquilo que não gostamos e que já vimos em demasia no passado, tanto nos Despised Icon. Portanto, para concluir e para responder à pergunta colocada no primeiro parágrafo, não, "Beast" não faz com que vejamos os Despised Icon de outra forma mas é ao mesmo tempo uma lufada de ar fresco e mais uma prova para a nossa teoria de que todos tentam fugir do rótulo deathcore como podem (uns mais que outros). Também concluímos que para quem aprecia o género, estará aqui um dos grandes álbuns deste ano. 

É mesmo tudo uma questão de gosto.

1. The Aftermath
2. Inner Demons
3. Drapeau noir
4. Bad Vibes
5. Dedicated to Extinction
6. Grind Forever
7. Time Bomb
8. One Last Martini
9. Doomed
10. Beast
Duração 29:05


Nota 6/10



Tags

Related Posts

Review

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.