TRENDING NEWS

recent

Van Helsing Review


Esta vai ser uma posta complicada. Este filme tem um bom elenco encabeçado Hugh Jackmam (X-Men) e Kate Beckinsale (Underworld). Confesso que já fui com ideias pré concebidas para ver este filme. Ideias negativas. E depois de ver o filme elas não mudaram. Comecemos por uma breve sinopse do filme: Van Helsing (Jackman) é um caçador de monstros, o braço armado de uma sagrada ordem da igreja católica que depois de caçar Mr Hyde parte em busca de Drácula para ajudar a princesa Anna Valerious (Beckinsale) e o seu irmão que entretanto se torna Lobisomem. Para culminar Dracula (Richard Roxburgh) e de suas três noivas Aleera (Elena Anaya), Verona (Silvia Colloca) e Marishka (Josie Maran) precisam do monstro de Frakenstein para as suas crias, que estão num casulo, sobreviverem (porquê ou como não me perguntem, eu ainda estou a tentar perceber o porque deste filme ter sido feito). 

Isto tem tudo para ser um grande filme não tem? Quer dizer...talvez não. Em termos de argumento talvez fosse de prever que tivessemos 3 horas de filme com alguma densidade narrativa. Bem esta narrativa tem a densidade de uma folha de papel higiénico e cheira tão mal como se essa folha tivesse usada. Vamos resumir realmente o filme: Temos um caçador de vampiros que nunca caçou vampiros e que é o antepassado de 007, temos Dr. Jekyll e Mr. Hyde, temos Frankenstein e o seu monstro, temos Drácula e as suas noivas, temos Lobisomens, temos uma ordem dos templários que é o antepassado do MI-6, os serviços secretos ingleses, que tem um laboratório onde o seu principal inventor é um frade que sem experiência de campo é enviado para uma viagem suicida e que não hesita em procriar com uma jovem camponesa. Perdão, engano-me ela é que não hesita em procriar, ele só teve a ideia!!

Ora bem acho que resumi mais ou menos bem 145 minutos de filme.

Vocês sabem quando não temos assim ideias para o jantar e temos uns ovos e uns iogurtes e uns pepinos e decidimos juntar isto tudo com bacalhau e carne de porco regado com cerveja e leite? E sabem qual é o resultado nao sabem? Telepizza. Era o que Stephen Sommer devia ter feito, encomendado uma pizza antes de querer fazer um filme destes. Ainda por cima é dedicado ao seu pai...coitado do senhor...de certeza que não merecia isto.

Esperem...tou a sentir algo mais...acho que vem aí o terceiro resumo:

Van Helsing pega em montes de conceitos e filmes antigos, mistura-os, distorce-os, adiciona montes de efeitos especiais e dois bons actores e o resultado final é decepcionante.

O tipico filme em que o argumento é uma fraca desculpa para os efeitos especiais e sinceramente, na minha humilde opinião, os efeitos especiais ainda não estão tão desenvolvidos que consigam sobrepor certas falhas. Não há um monstro que pareça real. Francamente, Mr Hyde parece o Shrek! Ainda mais que o próprio Shrek! E aqueles movimentos? Convenhamos, no Demolidor, achei forçados, ou melhor irreais, certos movimentos e o Demolidor é o Homem Sem Medo, dotado acrobata que tem um radar que lhe permite ter a percepção daquilo que o rodeia mesmo sendo cego! Mas estes não são mutantes ou jovens mordidos por aranhas radioactivas. Aliás, acrobacias destas nem no Homem Aranha. Acrobacias destas nem na banda desenhada!

Por falar em banda desenhada, este filme parece-me como aquelas revistas que saiam e saiem de vez em quando de confrontos fantásticos entre duas personagens que não tem nada a ver mas depois em termos de história sao do piorzinho do que pode haver. Não me interpretem mal, comparado com este filme, esses livros sao obras de Shakespeare.
A unica coisa boa no filme são a dupla de protagonistas Jackman e Beckinsale que estão fenomenais e os efeitos especiais que apesar de achar que em certos momentos se notam artificiais estão muito acima da média. Se calhar o ponto de equilibrio será quando fizerem ou utilizarem efeitos para cenas que eventualmente podiam acontecer e não em cenas que um ser humano normal teria morrido 13 586 vezes. Ao contrário do que se possa supor, é um filme para toda a família principalmente para os mais novos, já que o argumento é tao pobre que até um bicho da seda percebe. O que me consola é que acho que é mau e teve insucesso suficiente para não arruinar por completo obras imortais como são Drácula de Bram Stoker (este Drácula parece muito mansinho e sem carisma nenhum), Frankenstein de Mary Shelley, Dr Jekyll & Mr Hyde de Robert Louis Stevenson. Nem falo nada dos lobisomens porque o unico filme que me lembro que tivesse gostado sobre o assunto foi o Lobo com Jack Nicholson e Michelle Pfeiffer.
Vejam uma vez e esqueçam. Ou então é melhor não ver mesmo.

Nota 2/10


Tags

Related Posts

CinemaTV

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.