TRENDING NEWS

recent

Entrevista - Trepid Elucidation


O álbum auto-intitulado de estreia dos Trepid Elucidation foi (e é!) uma revelação do death metal técnico nacional. Arriscamos a dizer que não só nacional mas mesmo internacional. A banda lisboeta evidencia desenvoltura técnica aliada a uma maturidade impressionante em compôr grandes temas e essa é a grande marca deste trabalho. Fomos falar com eles para saber mais acerca do primeiro registo de uma carreira que promete ser cheia de sucesso.

WOM - Parabéns pelo vosso álbum de estreia, é uma autêntica bomba. Acredito que partilhem este entusiasmo. É tudo aquilo que esperavam que fosse?

Trepid Elucidation - Antes de mais, muito obrigado, e sim, tendo em conta o trabalho que tivemos e algumas dificuldades que enfrentámos para este álbum ser finalizado, estamos bastante contentes e satisfeitos com o resultado.

WOM - Apesar de vos podermos inserir facilmente no espectro do death metal técnico, há muito mais a acontecer do que apenas death metal técnico, inclusive aqui e ali uns ares progressivos. Na hora de compôr, têm algum tipo de limitação no que aos géneros diz respeito?


Trepid Elucidation - Não, nós tentamos explorar sempre um bocadinho de tudo, não nos deixamos fechar apenas e exclusivamente no death metal, temos todos as nossas influências, algumas em comum e outras nem por isso, mas levamos sempre um bocadinho de progressivo, avant-garde, thrash etc, na nossa composição. Nunca nos limitámos a fazer só death metal quadrado e pronto, exploramos sempre mais além.

WOM - E já agora em relação a inspiração e sendo um género onde bandas como Obscura e Wormed dão cartas, há algum tipo de auto-censura em deixar transparecer as vossas influências?

Trepid Elucidation - Nunca, gostamos de transparecer sempre as nossas influências, foram elas que nos ajudaram a evoluir e a explorar o estilo que tocamos hoje em dia. Tanto influências de sonoridades mais old school como Death, Atheist, Nocturnus, Gorguts, Demilich, Morbid Angel, etc ou sonoridades de uma era mais recente, como Decrepit Birth, Necrophagist, Gorod, Spawn of Possession, Obscura, etc, estão sempre presentes nos nossos temas, e foram bandas que influenciaram a banda a levar a cabo um rumo mais técnico e progressivo. Por isso, temos sempre o prazer de deixar para fora essas referências que nos fizeram evoluir.

WOM - Tivemos a oportunidade de vos ver na edição do ano passado do SMSF, e revelaram um grande à vontade em cima do palco. Tendo em conta o nível exigente do vosso som, tocar ao vivo deverá exigir um bom nível de preparação. Tocar ao vivo é igualmente importante para vós, como forma de desenvolver ainda mais a componente técnica?

Trepid Elucidation - Sim, tocar ao vivo obviamente desenvolve um pouco a componente técnica, mas expande mais um certo á vontade em tocar como banda, mas não desenvolve tanto a técnica como o treino em casa e os ensaios. O treino em casa é o fundamental para essa componente, requer muita concentração e estudo, e em casa, ou estúdio, etc, é o melhor sítio para nos focarmos em tal tarefa.

WOM - Quais os planos em termos de concertos para promoção a "Trepid Elucidation" e o que preferem, concertos em festivais ou em nome próprio?

Trepid Elucidation - Datas breves, vamos ter dia 11 de Março o nosso concerto de apresentação do álbum, organizado por nós em conjunto com a nossa editora Mosher Records e a promotora Stone the Crow no Stairway Club, em Cascais. As bandas convidadas para o evento serão os algarvios Prayers of Sanity e os Enblood. Dia 25 de Março, seremos a banda convidada para apresentação do novo álbum de Grimlet na Figueira da Foz e no dia 20 de Maio vamos estar presentes no grande Mosher Fest, juntamente com Bleeding Display, Attick Demons, Grankapo e Angelus Apatrida. A única data mais longínqua será em Novembro no Oeste Underground Fest.

WOM - Têm planos para chegar lá fora? Tanto em termos de distribuição do álbum como em termos de digressão?

Trepid Elucidation - A distribuição do álbum lá fora, já decorre á algum tempo, tanto em formato físico, como em formato digital. Planos para concertos e digressões, ainda não surgiram nenhum, mas esperamos em breve entrar em contacto com festivais e promotoras para fazermos algumas datas fora de Portugal.

WOM - Muito obrigado por esta conversa, algumas palavras finais?

Trepid Elucidation - Gostávamos de agradecer a oportunidade que nos deram para divulgar tanto a banda como o álbum aqui na World Of Metal, e queremos agradecer a todos os que nos têm apoiado e principalmente ao Rui Alexandre da Mosher, por tudo o que tem feito por nós.

Related Posts

Entrevistas

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.