TRENDING NEWS

recent

Especial Iberian True Black Metal Fest: Entrevista - Espectro



No passado dia 8 de Abril, o porto foi invadido pelo black metal, fruto da primeira edição do Iberian True Black Metal Fest, organizado pela True Black Metal Spain: Media & Promotion. O cartaz reuniu dois nomes nacionais (Espectro Beastanger) e três bandas espanholas (BalmogHate Legions Lóstregos) num cartaz bastante forte dentro do espectro do underground do black metal.


Os Espectro foram a banda que abriram as hostilidades na primeira edição do Iberian True Black Metal Fest e fomos falar com eles de forma a ficar a conhecer melhor esta promissora banda de Viana do Castelo. Os Espectro na primeira pessoa, através do seu frontman, guitarrista e vocalista, Lord Empalvs.

WOM - o primeiro álbum "The Rapture", trouxe-nos um ambiente mais experimental, uma mistura interessante de doom, stoner...

Lord Empalvs - (Foi) o meu primeiro álbum, fiz aquilo sozinho e foi completamente instrumental, e entretanto já mudamos completamente de linha tanto a nível musical como a nível lírico.

WOM - O segundo álbum entretanto possui um foco mais folclórico, mais focado. Resgata a cultura do norte de Portugal e Espanha e da Galiza. O que determinou essa mudança de estilo?

Lord Empalvs - Eu e o Rúben começamos a ensaiar e decidimos que queríamos fazer uma cena diferente da que eu tinha feito no EP. Em relação ao conteúdo lírico eu já tinha tido umas ideias de fazer um Black Metal com influências folk.Mas como não tínhamos instrumentalistas para isso, eu decidi simplesmente incorporar isso nas linhas de guitarra.Foi uma ideia que surgiu.Basicamente o nosso segundo EP trata sobre a Península Ibérica e a resistência à ocupação romana.

WOM - Existe um motivo em especial para o número limitado decópias dos álbuns?

Lord Empalvs - Sim. Motivo orçamental (risos)

WOM - Como é feito o processo criativo da banda e qual o seu objetivo quando criam as suas obras?

Lord Empalvs - O processo é o seguinte: temos duas alternativas que são, os três ou eu e o Rúben compomos durante um ensaio; ou então eu faço as linhas de guitarra antes, e depois mostro ao Rúben e ele faz a bateria. Normalmente eu tento lembrar-me de melodias medievais de Portugal e Europa.

WOM -  Então existem influências pagãs de outras terras?

Lord Empalvs - Sim,sim. Aqui em Portugal tivemos influências pagãs: tanto celtas, como germânicas. Tudo o que houve na Europa veio cá parar. E basicamente, fazemos primeiro as músicas e depois com tempo penso na letra e desenvolvo umas estrofes.

WOM - A banda pode ser considerada um expoente do Black Metal português. Entretanto bandas como holandesas, alemãs e até ucranianas têm uma dimensão dentro da cena muito maior. O que é que acham que deve ser modificado na cena portuguesa para que o público aumente?

Lord Empalvs - A nível musical dentro do black metal português, a cena está muito boa.Estão a ser feitas coisas espectaculares, ao contrário de outros subgéneros.O Black Metal está a evoluir, estão a fazer-se coisas novas, muito impressionantes.A nível da exposição...sim, realmente, no norte da Europa, as bandas explodem mais do que cá. Sinceramente não sei porque é que isso acontece.Talvez porque aqui em Portugal temos um bocadinho de subvalorização do trabalho que as pessoas fazem na hierarquia toda da produção de música.Isto é, desde as bandas, desde os sítios em que se fazem os concertos, às próprias pessoas que não dão muito valor.Preferem gastar três euros em copos, do que em bandas. Embora não seja nenhum dever apoiar as bandas. É uma tendência que eu acho que se repete no sul da Europa.

WOM - O festival como este que une bandas tanto espanholas como portuguesas ajuda no sentido de divulgação?

Lord Empalvs - Sim. Acho que é excelente.Eles trazem as bandas deles cá e nós levamos as nossas bandas lá. Somos um povo irmão e acho muito bem fazer esta divulgação cultural.

WOM - Qual a agenda de shows para este ano e quais os planos para o futuro?

Lord Empalvs - Neste momento não temos nenhuma data fixa. Mas, vamos marcar umas datas em breve.Temos duas datas pendentes e estamos a trabalhar. Não vamos andar a dar muitos concertos, mas estaremos a marcar a nossa presença. Relativamente a um novo disco. Vamos fazer este anúncio.Estamos a preparar um disco novo, em princípio vai ser um full-lenght. Estamos a lançar o nosso terceiro EP que vai ser sobre o Reino Suevo.

Entrevista e fotos por Jhoni Vieceli
Transcrição, tradução e edição das fotos por  Sónia de Almeida Lopes Molarinho Carmo

Agradecimentos à True Black Metal Spain: Media & Promotion e Lord Mazarbul

Reportagem do evento Iberian True Black Metal Fest estará disponível na edição de Junho da World Of Metal




Support World Of Metal







Related Posts

Exclusivo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Imagem
World Of Metal
World Of Metal - Zine, Radio and TV - Support Us On Patreon!

World Of Metal - Zine, Rádio e TV - Apoie-nos no Patreon!

random
World Of Metal. Com tecnologia do Blogger.